Colunas

“Os nossos olhos estão fitos no Senhor”

Marcos 6,1-6 narra um episódio ocorrido no ministério de Jesus, em Nazaré, sua cidade, na sinagoga local. Segundo Lucas 4,17, ele leu e explicou uma passagem do livro do profeta Isaías, que narra as promessas de libertação para os pobres, a partir da presença de um Messias (Is 61,1-2).

De imediato, Jesus provocou admiração (Mc 6,2). Mas logo após, escandalizou aqueles que estavam acostumados com as pregações dos mestres da Lei. Quem conhecia Jesus como simples carpinteiro tinha dificuldades para acolher a sua novidade e os seus ensinamentos. O escândalo é a rejeição da pessoa de Jesus. Pelo fato dele ser como aqueles que o ouviam, não foi aceito. A rejeição foi provocada pela falta de fé (Mc 6,6). Os seus conterrâneos não conseguiram ver no carpinteiro de Nazaré, o Messias. É preciso ter fé para se ver em Jesus a encarnação da sabedoria e do poder de Deus.

O que nos sustenta no caminho da fé é a graça de Deus. A sua justiça é de misericórdia e perdão, fundada na gratuidade do amor.

“Basta-te a minha graça. Pois é na fraqueza que a força se manifesta” (2 Cor 12,9).
Minhas orações e bom domingo a todos.

Dom Paulo Roberto Beloto

É Bispo da Diocese de Franca

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo